Home Page
mmmmmmmmmm
 
 
Convenção Internacional sobre Diversidade Biológica (CDB) 

A Convenção Internacional sobre Diversidade Biológica (CDB) nasceu da reunião realizada em 1992 no Rio de Janeiro, conhecida no Brasil como ECO 92. Foi o marco de assinatura de um documento de comum acordo entre 180 países que se comprometem a realizar ações para assegurar a conservação da diversidade biológica. Por isso as reuniões, que acontecem de dois em dois anos, são chamadas de COPs (Conference Of the Parties, ou seja, Conferência dos Participantes).

A CDB impele os governos a:
· tomar medidas apropriadas para conservar a diversidade biológica;


O Programa Global de Espécies Invasoras (www.gisp.org) é o ponto focal da Convenção sobre Diversidade Biológica para o tema de espécies exóticas invasoras. Isso quer dizer que todos os assuntos relativos a invasoras serão debatidos com o Programa e que o mesmo tem um papel forte em fazer progredirem as discussões e a implementação das diretrizes que forem acordadas pelos países signatários.
· assegurar o uso sustentável dos recursos biológicos e
· promover a distribuição justa e eqüitativa dos benefícios provenientes da utilização de recursos genéticos.

 

A oitava reunião da Convenção foi realizada no Brasil pela primeira vez após sua criação, em Curitiba, de 21 a 30 de março de 2006. Os temas prioritários em discussão este ano foram:
- acesso e repartição de benefícios
- biodiversidade em ilhas.

A temática de espécies exóticas invasoras apareceu como preparatória para a reunião seguinte, a COP 9, a ser realizada na Alemanha em 2008, quando será um dos temas principais.

Conheça o Artigo 8h, que trata de espécies exóticas invasoras no corpo da Convenção e convoca os países a “prevenir a introdução de, controlar ou erradicar espécies exóticas que ameacem ecossistemas, hábitats ou espécies”. (HTM) - Inglês

Conheça a Decisão VI/23
que dá diretrizes aos países para prevenção, erradicação e controle de espécies exóticas invasoras. (HTM) - Inglês

Leia as recomendações do Corpo Subsidiário de Aconselhamento Científico, Técnico e Tecnológico (SBSTTA) para a oitava Conferência das Partes / Convenção sobre Diversidade Biológica, no tocante à temática de espécies exóticas invasoras - Inglês (PDF, 184 Kb).

Livro sobre invasoras na América do Sul

O livro América do Sul Invadida, publicado pelo GISP em português, espanhol e inglês, foi lançado em um dos eventos paralelos durante a oitava reunião das partes da Convenção sobre Diversidade Biológica, em Curitiba, em março de 2006. O livro trata de espécies exóticas invasoras já presentes em um ou mais países do continente sul-americano, algumas delas comuns em muitos. Foi elaborado com vistas a fornecer visão e informação sobre a problemática de invasões biológicas em nível continental e traz exemplos de diversos grupos biológicos.

Leia o Prefácio do livro, da Dr. Sílvia Ziller, Diretora Executiva do Instituto Hórus, Coordenadora do Programa de Espécies Exóticas Invasoras para a América do Sul da The Nature Conservancy e membro do Conselho do Programa Global de Espécies Exóticas Invasoras.

Leia a Introdução científica sobre espécies exóticas invasoras, do Prof. Sergio Zalba, Universidad del Sur, Argentina.

Faça download do livro América do Sul Invadida em português. (18Mb - PDF)

Para saber mais sobre a CDB, acesse a página da Convenção sobre Diversidade Biológica.